quarta-feira, 28 de setembro de 2016

[LIC] Uso e apropriação de mídias sociais 2


A atividade a seguir visa repor as aulas dos dias 03 e 04/10. O exercício se junta à atividade anterior no Moodle e que será comentada e continuada na reta final do semestre da disciplina Lógica, Informática e Comunicação, que terminará com apresentações de Seminários em grupo sobre uso e apropriação de sites de redes sociais. A seguir, um vídeo e um texto sobre o assunto. Após vê-los, comentem no espaço devido, sem copiar e colar algo da internet, nem tampouco copiar o comentário dx colega.




Leia o texto que está nos arquivos do grupo da turma no Facebook (TIBURI, Marcia. Como conversar com um fascista. São Paulo: Record, 2015).

A partir do filme e do arquivo, escolha o trecho que mais te chamou atenção no texto da Marcia Tiburi (copiando e colando, entre aspas e com citação correta) e faça um comentário relacionando com os casos do filme e também do que estamos discutimos em sala de aula.

12 comentários:

  1. O filme se baseia -se no uso excessivo de tecnologia, Internet e telefones celulares. A vida de um casal entra em perigo quando sua vida privada. Parte do filme que mim chamou atenção e quando o especialista contratado para descobrir como foi roubado os dados do cartão de crédito nessa parte mostra como a internet mostra ser perigosa pois pessoas sem muito conhecimentos acham que quanto mais estão so em frente de um computador etc. Acham que estão a sós. qualquer link desconhecido ou arquivo enviado pode conter pragas pra roubos de dados pois o melhor antivírus que existe e o próprio usuário. Já no texto TIBURI o que mim fascina e o seguinte trecho, falamos muito, dizemos demais emitir informação particular tornou-se um habito desde a inovação da internet, e mais ainda, das redes sócias.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. “ Palavras viram armas. O preconceito é um tipo de injustiça que se expõe na linguagem, mas também se cria por meio dela. É neste sentido que se pode dizer que falando estamos fazendo. ” (TIBURI, 2015). Esse trecho do livro relata muito bem um dos acontecimentos que ocorre no filme “Os Desconectados” onde adolescentes usam perfil falso na rede social do facebook para cyberbullying, violência virtual feita través de deboches, xingamentos, provocações e fotos constrangedoras, visando denegri a imagem do sujeito, provocando medo e insegurança. Aqui, no Brasil, vem aumentando cada vez mais o número de casos de violência desse tipo, já que, mais da metade da população mundial tem acesso à internet.

    ResponderExcluir
  4. "Emitir informação particular tornou-se um hábito desde a invenção da internet e, ainda mais, das redes socias"(TIBURI, 2015). Este trecho do livro nos mostra brevemente um dos casos do filme "Os Desconectados", em que o casal foi vítima de um golpe. Pelo uso excessivo da internet tanto o homem quanto a mulher foram manipulados pelo cibercriminoso, até que ele conseguiu obter informações pessoais deles, e pôde assim, acessar a suas contas bancárias. Casos parecidos com este estão aumentando cada vez mais no Brasil, onde os cibercriminosos aproveitam-se da fragilidade de mulheres, principalmente viúvas, para conseguir dinheiro, usando perfis falsos.

    Jadson Leandro
    1 Período Economia

    ResponderExcluir
  5. As historias passadas no filme retrata simplesmente o uso da internet para aplicações de golpes e fraldes, o uso de perfis falsos para manipular um jovem que tinha uma certa dificuldade em socializar com os colegas de classe, então dois jovens decidem começar a fazer bullying só pelo fato da vitima se mostrar um pouco timida, por conta dessas atrocidades cometidas o jovem busca o suicidio por ter uma foto intima exposta em redes socias, outro ponto também demonstrado é o caso dos estelionatários, que utilizam um email em nome da empresa bancaria, que está registrada o cartão bancario, nesse email eles pedem que as pessoas passem os documentos para confirmação de algo falso, para cometer crimes com as informações pessoais dessas pessoas.
    O texto demonstra que o mais comum hoje em dia é expor fatos da vida social e até mesmo se prender a um mundo virtual, onde tem como objetivo um tipo de mundo perfeito.

    ResponderExcluir
  6. "Nossas mensagens nas redes sociais são como aquelas famosas garrafadas lançadas ao mar, na expectativa de que alguém saiba onde estamos e venha nos salvar da nossa perdição."(Tiburi 2015). Esse trecho do livro nos mostra bem um dos casos do filme OS DESCONECTADOS em que um casal teve seus dados violados por se relacionar com pessoas estranhas, dando informações de suas vidas. E hoje em dia não e diferente,uma coisa bem comum e fazer desabafo em rede sociais expondo suas vidas e problemas.

    ResponderExcluir
  7. “ Ele altera profundamente nossa existência em um sentido físico e mental. O que se come ,o que se vê, o que ouve , numa palavra, o que se introjeta, vira corpo ,se torna existência.”(Tiburi ,Marcia, 2015 ,p. 3)Este trecho mostra o quanto influente as redes sociai podem ser perante a sociedade .
    A internet trouxe grande avanço para os seres humanos, aponto de algumas pessoas expor sua vida particular de forma exagerada ,e isso de certa forma pode ser comprometedor . Existe pessoas que utilizam essas tecnologias e se esconde atrás do anonimato para comentar crimes virtuais dentre eles o cyberbullying ,calúnia, difamação, roubo de identidade , entre outros. A intenção de um criminoso pode ser para iludir uma pessoa para obter vantagens financeira ou pessoal , enganar suas vítimas ou mesmo furta informações particulares com intuito de utilizar em prática pessoais . O filme os desconectados relata situações de pessoas que passam por problemas parecidos . Um dos maiores perigos das redes sociais são o contato com o desconhecido .

    ResponderExcluir
  8. " A metáfora da garrafa lançada ao mar faz sentido em uma época em que navegar na internet é preciso e viver. (TIBURI, Marcia), esse trecho me chama atenção, pois a sociedade hodierna não socializa mais, não procura saber do dia-dia as pessoas que o cercam (seus familiares), assim como aconteceu no filme, onde a familia do menino que foi enganado por um perfil falso e seus pais nao sabiam de nada a respeito do dia-a-dia do mesmo, se tinham amigos, se era socializado e no momento que procuraram saber de algo ja tinha a tragedia. Então, esse trecho do texto da TIBURI retrata bem a falta de socialização das pessoas hoje em dia, onde "navegar é preciso e viver"

    ResponderExcluir
  9. Jessyara Lívia dos Santos9 de outubro de 2016 20:24

    Jessyara Lívia dos Santos
    1º período Contábeis
    “Falamos muito, dizemos demais. Emitir informação particular tornou-se um hábito desde a invenção da internet e, mais ainda, das redes sociais”. (TIBURI, 2015)
    Nesse trecho, podemos observar como a internet interfere na nossa vida. Postar fotos, vídeos, e descrever o cotidiano nas mídias é visto todo o tempo, e o que observamos, é que geralmente são feito por menores. Sendo que, muitas vezes os pais não estão cientes de tais atos. De acordo com o filme “Os desconectados”, que mostra a historia de adolescentes que criaram um perfil falso no Facebook, e faz um estrago na vida de um jovem. Inclui também a historia de um casal que teve sua vida privada exposta na internet.
    É comum vermos nos dias atuais tais crimes virtuais, pois, algumas pessoas utilizam esta ferramenta com intenção de prejudicar alguém, e sem pensar no que isso pode causar. A violência virtual, por sua vez, é visto como uma coisa normal, para aqueles que não passam por situações inusitadas e constrangedoras. Como vimos, foram dados muitos exemplos em sala e pegamos o texto como referencia, muitos adolescentes cometem suicídios por tais atos que poderiam ser evitados se a internet fosse usada de maneira correta.

    ResponderExcluir
  10. “Falamos muito, dizemos demais. Emitir informação particular tornou-se um hábito desde a invenção da internet e, mais ainda, das redes sociais”. (TIBURI, 2015). A partir do surgimento da internet e das redes sociais houve uma melhor comunicação entre as pessoas, entretanto a exposição pessoal aumentou consideravelmente, é aí que reside o perigo: exposição para pessoas desconhecidas. Um exemplo presente no filme “OS DESCONECTADOS” é do garoto que após ter uma foto íntima divulgada pelos colegas de classe, pelo constrangimento sofrido decidiu se matar. Nos tempos atuais muitas pessoas desejam ter alguém para conversar, mesmo sem conhecer expõem sua vida, seus sentimentos, à procura de preencher os vazios existentes. Tais informações podem ser de caráter afetivo e consequentemente dados pessoais, tomando como exemplo do filme no qual a mulher ao entrar num site de bate-papo e relatar sobre sua vida, teve seus dados pessoais roubados. O ideal é que se use a internet com cautela, sempre atento a pessoas e perfis desconhecidos, e exibir com moderação sua vida.

    Thaysa Rocha. Ciências Contábeis

    ResponderExcluir
  11. Danielly Duarte- 1ºP. Ciências contábeis10 de outubro de 2016 01:01

    “ Um dos traços da cultura de hoje em dia é a proliferação de textos, das ideias e das opiniões. Falamos muito dizemos demais. Emitir informação particular tornou-se um hábito desde a invenção da internet e, mais ainda, das redes sociais. ” (TIBURI,2015, p.2)
    As mídias sociais permitem aos seus usuários maiores possibilidades para comunicação, entretenimento, atendendo os diversos interesses dos usufrutuários, permite o anonimato, o desabafo, a fuga do real, embora facilite a interatividade entre eles, as mídias contêm seu lado negativo. Devido a facilidade em adquirir dados pessoas, localização, número de contas, entre outros, torna o usuário vulnerável a golpes, práticas de bullying, dentre outros crimes cibernéticos.
    Portanto, é de suma importância, que indivíduo não exponha abertamente sua vida pessoal, sabendo filtrar o conteúdo à ser divulgado, e fazendo o suso do bom-senso, para que não haja problemas futuros pelo uso inadequado dos recursos virtuais.

    ResponderExcluir
  12. Gabriela Lima Pereira- Economia10 de outubro de 2016 10:42

    O filme trata de diversas histórias pessoais, como a de um casal que tem sua vida privada exposta na internet, a trama também aborda a questão do cyberbullying através do filho do policial que humilha um garoto na escola através de um perfil falso ma internet, como citado por Tiburi, "quem é alvo de uma fala odiosa sabe, mesmo que não elabore dessa maneira que o que é dito é fruto de uma tentativa de se dizer qualquer coisa para um alvo qualquer [...] palavras viram armas." com isso, o que parece ser uma brincadeira pode acarretar diversos problemas para quem é exposto de tal maneira. De modo geral o filme aborda um tema bastante atual que é o uso excessivo das tecnologias e redes sociais como o facebook, que acaba sendo usado por alguns como um ferramenta para o mal, onde cometem crimes, disseminação de falsas notícias e imagens, entre outras coisas.

    ResponderExcluir